Palavras Soltas e Incoerentes Sobre Questões Emocionais ou Daquilo Que Insisto em Não Pensar

E daí que você anda numa boa safra. E isso te assusta. Porque você fica sozinho, pegando o mundo, esperando que talvez surja alguém interessante e que te faça querer largar a putaria em prol dos programas de casal e nada acontece. Nadinha. Tudo bem que você pode ter sua parcela de culpa, já que você tende a sabotar suas (possíveis) relações, mas o assunto não é esse.

Então, eis que de uma hora para outra parece que você tomou algum tônico embelezador ou ganhou na loteria. Aqueles caras que você nem lembrava mais que existiam surgem do nada e começam a te elogiar. O infeliz que um dia já mexeu minimamente contigo diz que você está mais bonito, enquanto outros te chamam para ‘dormir’ junto em noites de carência (deles) ao mesmo tempo em que aqueles que você julgava interessantes te chamam para conversar e tomar um chopp qualquer e você sabe bem onde aquilo terminaria.

O estranho é você ficar feliz com os elogios, mas dispensar todos os convites. É você estar animado com o carnaval, mas não ficar pensando em quantos caras vai beijar e sim que vai se divertir com os bons amigos que tem e que, certamente, o farão rir muito o tempo todo. É você ter uma lista de compromissos para ir e, sinceramente, querer abrir mão de quase todos eles para ficar em casa curtindo seus pensamentos e, talvez – e somente talvez – bater aquele papo casual no MSN. É amaldiçoar os fins de semana e ansiar por uma segunda-feira específica, ou terça, ou quarta, ou todos os dias daquela semana. O estranho é você estar (irritantemente) feliz ao ponto de seus amigos mandarem você parar de rir, já que isso os faz ter vontade de arrancar sua cabeça e jogar no poço de piche, afinal, chegar sorridente no trabalho numa segunda-feira não é normal.

Talvez nessas horas você decida que deve sim dar chance àqueles caras que te elogiam e que querem sair com você. Entabula conversas, chega a marcar alguma coisa para, logo em seguida, arranjar uma desculpa e seguir seu atual momento.

E você se pergunta (e seus amigos te perguntam): Até quando?

Sua resposta mais sincera? Não sei. Mesmo. Mas deixei de pensar e planejar e de ansiar. Tô vivendo e vamos lá!

Mesmo que no fundo você saiba que você não é assim e até imagine como tudo vai terminar. Mas agora, e somente por agora, você ignora tudo isso e aproveita o momento. Um dia de cada vez, cada momento intenso como se fosse o último. Carpe diem! é seu mantra, pois, contrariando qualquer previsão, você está sorrindo, bem, feliz. Você está se sentindo… vivo! E essa sensação, outrora adormecida, compensa qualquer inconveniente futuro.

Porque a vida é assim e a gente a vive como bem entender, não é mesmo?

When the night has come and the land is dark
And the moon is the only light we’ll see
No I won’t be afraid, No I won’t be afraid
Just as long as you stand, stand by me…
Stand By Me (Ben E. King)

Anúncios

9 Responses to Palavras Soltas e Incoerentes Sobre Questões Emocionais ou Daquilo Que Insisto em Não Pensar

  1. Su disse:

    gente…e eu falando justamente sobre isso, de como vc tá apaixonadinho. 🙂
    Acho fofo, acho lindo, que dure a eternidade de uma semana ou de um ano, q importa? Importa sentir.

  2. Su disse:

    tá vendo como a carinha freak não é aleatória? só pra vc não dizer mais que eu sou reclamona à toa. Humpft.

  3. Daniel Braga disse:

    Aiin.. que foda! Parece que o Post foi feito pra mim! Amei. Você tá apaixonadinho é? Faço das palavras da Su as minhas. Que dure a eternidade de uma semana ou de um ano, o que importa é sentir.

    P.S: Também não curto minha carinha freak. E é sempre a mesma, fala sério!
    P.S.2: Espero você no meu blog, saudades de ti por lá.

    *DB*

  4. Carla Gomes disse:

    De repente surgiu uma foto toda sorridente na minha timeline e demorou uns 2 segundos até me dar conta que era meu autor preferido ^^

    O mais interessante é que olhando aquela imagem e lendo seu texto, dá vontade de sorrir junto.. Pq é quase possível provar dessa alegria quase descompromissada..

    Pensando no texto passado, lembro de uma expressão usada em Lost, “Leap of faith”, que nunca soube direito como traduzir.. Mas que indica um salto sem a rede de proteção, com todas as chances de uma queda, mas que vale a pena por aquela sensação que causa no meio do caminho..

    Gosto de saber que você está vivendo isso.. e torço para que dure tanto tempo quanto você decidir que deve durar.. =**

  5. Edu disse:

    A alegria de viver é o melhor tônico embelezador. Atrai feito luz às mariposas. O paradoxo é que essa alegria é, quase sempre, sinônimo de estar bem consigo mesmo (sozinho) e com os seus (amigos). Aí a bicharada fica louca de vontade e a gente nem tchuns! 🙂

  6. Gui disse:

    Tá xonado. Que fofo.

    Mas acho que é isso aí, vamo levando. E a expressão ‘Leap of Faith’ é perfeita pra esse caso.

  7. Lú - RJ disse:

    Viva intensamente e seja feliz! Curta isso ao máximo! XOnar é bão demais!

  8. Foxx disse:

    “Tudo bem que você pode ter sua parcela de culpa, já que você tende a sabotar suas (possíveis) relações, mas o assunto não é esse.”

    pra mim o assunto é apenas esse…
    mas é só minha opinião né?

  9. mister angel disse:

    estou apaixonado pelo jeito que você se apaixonou… durou mais de 2 semanas… já merece meu incentivo e apoio!!!
    dedos cruzados pra que sábado tudo transcorra bem….

    with love

    mister angel.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: